Tag

Arquivos #aprenderafazer - COLÉGIO CERTUS

ESTUDO DO MEIO | MANANCIAIS, REPRESA BILLINGS

By | 2018, Estudo do meio, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Alunos participam de trilha ecológica no SESC Interlagos e vivenciam no Estudo do Meio a importância de mantermos preservadas as áreas de mananciais da Represa Billings.

 Estudo do Meio ,  mananciais  –  Represa Billings 

Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

Falar sobre bacias hidrográficas, ecologia, biodiversidade, conservação ambiental, poluição e conflitos socioambientais pode ser maçante e pouco produtivo dentro da sala de aula. Entretanto, quando trazemos estes temas para a nossa realidade e os vivenciamos na prática, o aprendizado flui e o que antes era puramente teórico passa a fazer sentido em nossa rotina. A experiência é um aprendizado para a vida inteira e a melhor forma de conscientizar e ensinar sobre qualquer assunto.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Nossa experiência foi muito legal
Aprendemos um pouco da história 
da Represa Billings e das árvores nativas.
Fizemos a coleta da água e foi incrível!

Pedro Luiz Ferreira – 7º ano A1

Pensando nisso, os professores Luciano Marinho, de geografia e Rogério Escribano, de ciências planejaram uma atividade interdisciplinar com o objetivo de aprofundar os estudos sobre: mananciais, clima, vegetação, fauna e flora, além da educação ambiental e a importância da preservação do bioma Mata Atlântica.

A melhor parte foi termos 
aprendido nos divertindo. 

Yasmin Husein dos Santos Zoghbi – 7º ano A2

Estudo do Meio - Mananciais, Represa Billings

 Estudo do Meio  |  Mananciais ,  Represa Billings 

O Estudo do Meio realizado no SESC Interlagos foi o cenário perfeito para este desenvolvimento e apoiados por guias e agentes ambientais o grupo participou de uma trilha às margens da Represa Billings onde puderam observar os impactos ambientais causados pela ocupação desordenada nas áreas de mananciais, além de entenderem a importância da preservação desses reservatórios para as gerações futuras.

Sesc Interlagos, Estudo do Meio

 Estudo do Meio  –  Sesc Interlagos 

Com a orientação do professor Rogério, o grupo colheu amostras da água da represa, e farão uma análise do material recolhido no laboratório bioquímico do colégio.

A programação incluiu ainda, uma visita à instalação Água Viva, que apresenta o tempo de degradação de alguns resíduos descartados na água.

Mananciais | A represa Billings é um dos maiores e mais importantes reservatórios de água de São Paulo. 

A atividade foi encerrada com um delicioso piquenique no bosque do SESC.

No dia da trilha estava
muito calor, mas quando entramos 
na mata, refrescou. É mesmo importante
preservarmos a natureza.

Wesley Moreira Duarte – 7º ano A2

O estudo do meio seguiu os preceitos dos estudos sobre educação ambiental, ecossistemas e biomas conforme o PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais), da educação fundamental, do MEC.

 

TAG: #EstudodoMeio #SESCInterlagos #Geografia #Ciências #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

 

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

 

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais

INFÂNCIA | PEQUENO PRÍNCIPE E PETER PAN ENCERRAM A TEMPORADA DE ESPETÁCULOS DO TECER

By | 2017, Eventos, Primeira Linha, TECER | No Comments

Apresentadas no final de novembro e começo de dezembro no Certus, encenações trouxeram ao público adaptações que exploraram novas possibilidades de espaço cênico.

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais
Quando o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry escreveu a história da amizade entre um homem cujo avião caiu no deserto que encontra um principezinho vindo de um asteroide no espaço, provavelmente não esperava que a obra se tornasse o terceiro livro mais traduzido no mundo.

O escocês James Matthew Berrie idealizou seu texto para o teatro, escrito inicialmente em 1902 e, publicado como livro em 1911, tem inspiração na relação do autor com as crianças de Sylvia Davies, sendo posteriormente, adaptado ao tablado.

Além de mudanças pessoais, o teatro
proporciona experiências inesquecíveis,
pois saber que a sua interpretação
levou a mudança do próximo é algo incrível.

Pedro Henrique Morello Calipo
(Piloto, em Pequeno Príncipe e Smee, em Peter Pan)
– aluno Tecer 

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais

Respectivamente, Saint-Exupèry com Pequeno Príncipe e Berrie com Peter Pan se encontraram no Certus nas adaptações do grupo Tecer. Na primeira encenação, um piloto que aos seis anos de idade abandona os sonhos de uma possível carreira como desenhista para se preocupar com as coisas sérias. Na segunda, um garoto que se recusa a crescer para se tornar adulto e lidar com as responsabilidades, abdicando também do amor. Em comum, a reflexão de um ponto fundamental no desenvolvimento humano: a infância.

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais

O tecer não é só um grupo de teatro,
é uma grande família, onde um ajuda o outro.
Lá criei amizades com as pessoas,
que nunca teria pensando em ter.

Flávia Pereira Dias
(Raposa, em Pequeno Príncipe, Menino-perdido, em Peter Pan)
– aluna Tecer 

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais
Para o espetáculo do francês, o diretor e professor de teatro Márcio David propôs ao público um processo de imersão. Em um espaço simulando um planetário tendo o espectador em meios às estrelas como os personagens, o objetivo era se aprofundar na filosofia da obra e carga emocional. “Minha intenção era que: assim como foi trabalhado com os alunos, o espectador também saísse impactado com o texto, pensando na importância dos relacionamentos”, comenta Marcio. “Como o piloto, eu quando ganhei o livro do meu irmão, só pensava em coisas sérias e não via fundamento no presente recebido”.

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatraisPequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais
Em Peter Pan, a proposta foi levar a plateia ao universo do personagem participando dos conflitos e da diversão da história. Tendo um local convertido em teatro de corredor, inspirado no Teatro Oficina Uzyna Uzona, do encenador José Celso Martinez Corrêa, a peça brinca com a linguagem cênica teatral somada as perspectivas visuais do cinema 3D e IMax: “Essas duas linguagens da sétima arte exploram a sensação de sentir-se dentro da obra. Ao ter o espectador no corredor e cenas em que os personagens parecem que em algum momento vão quase tocá-lo, consigo explorar a interatividade comum em nossas encenações e trazer novas emoções e sensações ao público”, complementa o professor.

Os dois espetáculos converteram em uma carga emocional forte para o grupo. Integrando e aproximando os alunos em todo o processo, principalmente durante as apresentações. “O Tecer esse ano foi uma experiência incrível, pois fiz novas amizades, teve muitas risadas, alegrias, lágrimas e muito mais…”, relata Gabriel Kellner, que estreou como protagonista em Pequeno Príncipe. E conclui: “Trazer essa emoção para o público, foi uma das coisas mais legais que aconteceram para mim”. O trabalho em grupo é ponto crucial para o sucesso no tablado.

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais

Certo é o que ficou para cada integrante: a mensagem de que o essencial é invisível aos olhos, e que nos palcos como na vida, viver é uma incrível aventura, mesmo que seja necessário crescer.

A infância não se perde. Não deve ser esquecida.

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatrais
Veja o álbum de fotos

Ficha técnica

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatraisPequeno Príncipe: roteiro e direção Márcio David, com assistência de direção de Victor Freitas e Gabriel Rodrigues.
Elenco: Gabriel Kellner, Pedro Calipo, Amanda Beatriz Nunes, Bárbara Caris, Ivanna Santana, Ester Krashunche, Flávia Dias, Giulia Tomé, Gustavo Oliveira, Raphaella Amorosino, Taynara Rocha, Victória Ragassi.

 

Pequeno Príncipe e Peter Pan são encenados pelo Tecer, grupo de Teatro do Certus tendo a infância como tema permeador das duas peças teatraisPeter Pan: roteiro Victor Freitas, direção Marcio David e Victor Freitas, com assistência de direção de Gabriel Rodrigues e Gabrielle Pellegrine. 
Elenco: Victor Freitas, Amanda Nunes de Melo, Gustavo Oliveira, Isabela Wick, Ivanna Santana, Márcio David, Ester Krashunche, Flavia Dias, Gabriel Kellner, Gabriel Rodrigues, Giulia Tomé, Henrique José, Lívia Cintra, Raphaella Cristina, Pedro Calipo, Victoria Ragassi, Vinicius Pitondo.

 

Saiba mais sobre o que Pequeno Príncipe e Peter Pan tem em comum, clique aqui.

COMPARTILHE:  

TAG: #PequenoPríncipe #PeterPan #Teatro #Tecer #Fundamental #Médio #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

[/vc_column_text]
Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês

LINGUAGEM | DRAMATIZAÇÃO PARA FORMAÇÃO CULTURAL

By | 2017, Fundamental | No Comments

Na disciplina de português, professora Sandra trabalha o Teatro como ferramenta de aprendizagem.

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês
O aluno tem liberdade para elaborar o roteiro de acordo com seus conhecimentos e dramatizar a história.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês

Nos divertimos bastante. 
Foi algo diferente o que tivemos no nosso trabalho.
A apresentação nos deixou bastante felizes.

Fernando Henrique Moções – 7º ano A2

O acesso a linguagem teatral é uma importante ferramenta para auxiliar a lidar com a timidez, a desenvolver e ampliar o trabalho em grupo entre crianças e adolescentes. “O resultado desse trabalho é muito prazeroso, pois há um envolvimento de todos, seja na dramatização ou nos bastidores”, cita Sandra Wakeha, professora de português dos 6ºs e 7ºs anos do Fundamental.

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglêsPara a atividade cada série pode desenvolver um tema. Os 7ºs anos escolheram lendas sobre o folclore brasileiro. Já os 6ºs anos optaram pelos temas da apostila de habilidades do UNOi: Assertividade e O pertencer ao grupo. “Foi um momento que pude me inspirar na personagem, fazer as pessoas se divertirem e participarem da história”, comenta Ana Carolina Takekoshi, do 7º ano A1.

Acho que todo o grupo se divertiu.
Não tivemos dificuldades.

Paulo Cesar Saldanha – 7º ano A2   

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês
Para o psicólogo Howard Gardner, líder do grupo de pesquisas da universidade de Harvard desenvolvida a partir dos anos 80, com o título de A Teoria das Múltiplas Inteligências e o Teatro, a inteligência não pode ser medida e se restringir às habilidades linguística e lógico-matemática, porque os seres humanos normais podem desenvolver no mínimo sete habilidades interdependentes, que se relacionam e auxiliam na resolução criativa de problemas. Assim, as inteligências são denominadas como lógico-matemática, linguística, espacial, musical, sinestésica, interpessoal e intrapessoal, e não se restringe a uma ou duas dominantes. O estudo pode ser melhor compreendido através da obra  The Shattered Mind(1985), ou Fronteiras do pensamento – versão em português encontrada nas livrarias.

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês

Sandra entende que o estudo através das artes é precioso na aprendizagem. “O Teatro é fundamental na formação cultural dos alunos”. E complementa: “Auxilia no conhecimento e no entretenimento de forma mais divertida”. 

O Certus tem o TECER – projeto extracurrilar de grupo de teatro voltado para adolescentes a partir do 8º ano do Fundamental ao Ensino Médio. Antes dessa fase, o Teatro é trabalhado na grade regular em outras disciplinas visando estimular a expressão artística e pessoal no aluno.

Na aula de português do fundamental do Certus, 6ºs e 7ºs anos dramatizam os roteiros criados pelos alunos para aprofundar o estudo de inglês

Veja o álbum de fotos

Saiba mais sobre o estudo de Howard Gardner e a obra The Shattered Mind (Fronteiras do Pensamento):

Fonte: UFRGS TV

COMPARTILHE:  

TAG: #Português #Teatro #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Thalles de Assis, aluno do 8º Ano do Fundamental do colégio Certus é eleito vereador jovem e vai a câmara municipal de São Paulo para votação do projeto de lei no Parlamento Jovem Paulistano

CIDADANIA | PARLAMENTO JOVEM PAULISTANO

By | 2017, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Thalles de Assis, do Fundamental do Certus é eleito vereador jovem por um dia na câmara municipal de São Paulo.

por Luciano Marinho, professor de Geografia do Fundamental 


Criado pela câmara municipal de São Paulo, o Parlamento Jovem Paulistano tem como objetivo principal oferecer aos jovens uma lição de democracia e cidadania vivendo a prática em um dia nas funções e trabalhos do Poder Legislativo Municipal.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Todos estudantes do ensino fundamental II de instituições públicas ou particulares da cidade podem se candidatar para concorrer a uma das 55 cadeiras do parlamento. Devido ao número de habitantes, São Paulo tem o maior número de vereadores do Brasil.
O aluno para ocupar uma das cadeiras precisa criar um projeto de lei que deve ser enviado pela escola e será avaliado por uma comissão de vereadores da câmara. Os eleitos cinquenta e cinco melhores tem os autores-alunos como jovens vereadores por um dia.

Em 2017, 455 colégios participaram e o projeto do aluno Thalles de Assis foi escolhido tendo a oportunidade de assumir uma cadeira na câmara municipal.

As seletivas se estenderam ao longo do primeiro semestre no colégio. Após apresentação do projeto pela coordenadora Márcia Lins, dez alunos foram reunidos em um time divididos em dois grupos, sendo apresentado dois projetos seguindo as regras do concurso.

O primeiro grupo composto por Thalles e pelos alunos: Gustavo Maciel, Guilherme Cardoso, Brian de Souza – todos do 8º A1, escolheram o partido da natureza com um projeto que trata das cotas de produtos orgânicos nas feiras livres da capital. Essa cota para produtores, visa facilitar o acesso da população a esse gênero alimentício, estimular a produção de orgânicos na capital, incentivar a agricultura familiar e baratear o custo para população, uma vez que a negociação seria feita entre produtor e consumidor final, sem intermediários.

O segundo grupo era composto pela aluna Mariana Pinheiro do 8º A1 e as alunas do 7º A2 Maria Clara, Giovanna Rocha, Anna Elisa e Emilly Pinseta que escolheram o partido da assistência social criando um projeto que previa assistência psicológica a alunos da rede municipal em situação de vulnerabilidade (sócio – familiar).


Depois da apresentação dos projetos, em uma reunião com todos os participantes decidiu-se que a proposta mais original era do grupo do Thalles, e, assim, encaminhada a inscrição para o concurso.

Em outubro chegou a noticia da Assessoria de Assuntos Institucionais da Câmara Municipal com a  aprovação dos nossos alunos e Thalles assumiu a cadeira da câmara como vereador jovem da cidade no dia 10/11.

Na data, após abertura da sessão solene, o aluno foi diplomado, tomou posse e fez a leitura do projeto. Com 32 votos a favor a lei teve aprovação.


Thalles ainda participou efetivamente votando em outras 54 leis dos colegas parlamentares. Um verdadeiro exercício de cidadania e democracia que tive o prazer de acompanhar.

Baixe o arquivo do Projeto lei 61/2017 Parlamento Jovem Certus do Thalles e leia na íntegra.

Saiba mais no site da câmara.


Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #ParlamentoJovem #Vereadorporumdia #Vereadorjovem #Cidadania #Geografia #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Segundos anos do Fundamental do Certus comemoram o dia de ação de graças ou thanksgiving day, em aula temática de iglês através do projeto pomar com história e colheira na horta do colégio

AGRADECIMENTO | THANKSGIVING DAY

By | 2017, Destaque, Fundamental | No Comments

Tradicional data foi comemorada pelos segundos anos do Fundamental no Certus.

Ato que remete a celebração do sucesso da colheita durante o ano, comemorado na penúltima quinta-feira do mês de novembro é tema da aula de inglês da professora Roberta Iris.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Segundos anos do Fundamental do Certus comemoram o dia de ação de graças ou thanksgiving day, em aula temática de iglês através do projeto pomar com história e colheira na horta do colégio

O Thanksgiving Day, ou Dia de Ação de Graças,  tem origem aos festivais de agradecimento a Deus ocorridos na Nova Inglaterra e é celebrado sobretudo nos Estados Unidos, Canadá e nas ilhas do Caribé, sendo considerado um dia de gratidão a Deus, com orações e festas devido aos bons acontecimentos durante o ano.


Foi muito legal conhecer

sobre o dia de ação de graças
e mais ainda poder colher
alface e levar para casa

Beatriz de Almeida – 2º A1


Na aula os alunos são contextualizados sobre o tema como parte diferenciada da aula de línguas. Transcorrida na horta do colégio, a turma participa da colheita de hortaliças do Projeto Pomar enquanto conhecem a história, podendo vivenciar dentro do contexto o alimento cultivado e colhido por eles.

Segundos anos do Fundamental do Certus comemoram o dia de ação de graças ou thanksgiving day, em aula temática de iglês através do projeto pomar com história e colheira na horta do colégio

Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #Thanksgivingday #Diadeaçãodegraças #Inglês #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Fundamental do Certus participa do desafio geográfico da plataforma Geoguessr que une as ferramentas digitais do Google Maps e Google Street View

FUNDAMENTAL | DESAFIO GEOGRÁFICO COM GEOGUESSR

By | 2017, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Alunos participam de exploração pelo mundo em jogo digital interclasse

Fundamental do Certus participa do desafio geográfico da plataforma Geoguessr que une as ferramentas digitais do Google Maps e Google Street ViewAs turmas dos 6ºs aos 9ºs estiveram nas seletivas da competição entre salas que aconteceu no laboratório de informática e contou com 41 alunos.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

GeoGuessr, faz parte de um site que usa o Google Maps e o Google Street View  para criar um desafio geográfico. Em cinco rodadas, o portal apresenta a visão panorâmica em 360º de algum lugar do mundo captada pelo Google Street View .

Fica mais fácil aprender sobre as regiões
através do GEOGUESSR,
o game é muito bom e didático,
é bem melhor do que ficar ouvindo
apenas teorias sobre as regiões.

David  Lucas Lourenço – 9º ano A1

O usuário tem como objetivo descobrir onde está e marcar a localização. Quanto mais próximo das coordenadas reais ele chegar, mais pontos ganha.

Nas seletivas internas foram selecionados o campeão de cada sala, que se enfrentaram na rodada seguinte.

Após destacar os três melhores, a final contou com um confronto entre eles tendo como campeão o aluno David Lucas Lourenço, do 9º A1, em segundo lugar Erick Pellegrini Maciel, do 7ºA1 e em terceiro a aluna Giovanna Rocha, do 8ºA1. Os ganhadores foram contemplados com kits de Atlas IBGE digital e impresso.

O estudo abrange os biomas, vegetação, clima e aspectos populacionais e culturais, presente no conteúdo de todas as séries do ensino fundamental II da disciplina de Geografia. Ainda, complementa os conhecimentos da educação ambiental, ecossistemas e biomas conforme os  Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN. 

Observo a paisagem e consigo me localizar no mundo.
O jogo é muito bom, depois que o professor apresentou o game,
ficou mais fácil localizar e entender a geografia dos lugares.

Frederico Antony – 7ºano A1

As aulas de geografia do fundamental movimentaram as turmas com atividades diferenciadas e desafiantes. Sendo reconhecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Conduzidas pelo professor Luciano Marinho, as ações ampliaram os conhecimentos na prática dos alunos.

Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #DesafioGeográfico #Googlemaps #GoogleStreetView #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Sétima Mostra de Música do Fundamental do Certus faz apresentação de brincadeira musical com a evolução do instrumental orff de percussão e participação de convidados

MUSICATERAPIA | MOSTRA DE MÚSICA FUNDAMENTAL

By | 2017, Eventos, Mostra de Música, Primeira Linha | No Comments

7ª Mostra de Música apresenta a evolução do Orff

Sétima Mostra de Música do Fundamental do Certus faz apresentação de brincadeira musical com a evolução do instrumental orff de percussão e participação de convidadosImprovisação, fala, movimentos corporais, canto, brincadeiras e muita alegria envolvem a todos os presentes em uma noite de encanto.

No repertório, músicas autorais do professor de música Samerson Roque e outros artistas.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Sétima Mostra de Música do Fundamental do Certus faz apresentação de brincadeira musical com a evolução do instrumental orff de percussão e participação de convidados

Para a condução do espetáculo foi usado o instrumental Orff que é composto por uma coleção de instrumentos de percussão.

Concebido e organizado pelo alemão Carl Orff, pensador pedagógico na área da música e defensor de que o tipo ideal de música para as crianças deveria estar conectada a outras atividades como movimento, dança e fala fazendo da atividade musical uma constante e agradável participação ativa dos alunos, a apresentação foi bem diversificada.

Sétima Mostra de Música do Fundamental do Certus faz apresentação de brincadeira musical com a evolução do instrumental orff de percussão e participação de convidados

Samerson aproveitou as habilidades de cada estudante acrescentando teclado e violão mesclando sonorizações diversas extraídas de Jazz que englobou músicas antigas e atuais como por exemplo Leãozinho, de Caetano Veloso.

O tema propunha uma brincadeira musical envolvendo os alunos e convidados que ao final tiveram participação especial encerrando o evento.

Sétima Mostra de Música do Fundamental do Certus faz apresentação de brincadeira musical com a evolução do instrumental orff de percussão e participação de convidados

Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #7ªMostradeMúsica #Mostrademúsica #Fundamental #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

TEATRO | CORDEL DO AMOR SEM FIM

By | 2017, Eventos, TECER | No Comments

Texto de Claudia Barral abre a temporada de apresentações do Tecer. Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

Certus serve de palco para a primeira encenação do grupo de Teatro dos alunos do fundamental da tarde, conduzidos pelo professor Gustavo Viana.

Com uma trama passada na região ribeira, a narrativa foca no universo romântico e fantasioso do sertão e conta a história de Tereza, a mais jovem de três irmãs que parte em busca de farinha no dia em que prepara o almoço para o noivo. No entanto, algo inesperado faz com que ela transforme a vida da família em uma constante espera.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

O momento foi de muita emoção e grandes recordações.

Gustavo Viana – diretor e professor da turma formou-se em 2011 e, também ex-integrante do Tecer. Ele voltou ao espaço em que já encenou como ator para a estreia de seus alunos com um texto da literatura de cordel – modalidade de poesia com linguajar regionalizado e informal, e que valoriza a cultura popular brasileira.

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

O elenco foi formado por alunos do 9º ano tarde: Clara Linhares de Azevedo, Giovanna de Lima Beiro Teles, Juliana Dahouk Pereira, Thamara Castro Dias e Rafael Mesaque. “Apresentar essa peça me mostrou como é gostoso atuar, sentir o personagem e trazer admiração ao público”, comenta Giovanna de Lima Beiro. Clara linhares complementa: “Foi uma grande experiência o fato de trabalharmos em grupo com um professor divertido e comprometido e nos deixando a vontade para criar os nossos personagens sem deixar de nos ensinar a arte da interpretação”.

Pautei a construção do trabalho de um modo
que os alunos pudessem aprender com leveza,
diversão e prazer, mas sem esquecer do potencial criador,
da autonomia e da proatividade de cada um.

Gustavo Viana – professor de Teatro

Gustavo graduou-se recentemente em artes cênicas pela Ufal (Universidade Federal de Alagoas e realizou um sonho de como professor encenar um espetáculo no colégio. “Em certos momentos gosto de me afastar do papel de diretor, para ser um conciliador de ideias. Gosto de observar quais soluções, quais propostas eles trazem, para que em discussão com o coletivo tentar lapidar. Se estamos realizando uma avaliação, gosto de provoca-los a pensar algo além do: bom, gosto, não gostei, ficou ruim”, explica o professor.

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

Cordel do amor sem fim foi escrito em 2003, sendo ganhador do Prêmio Funarte de dramaturgia, no ano seguinte na categoria adulto e com Indicação ao Prêmio de Melhor Texto no Festival Internacional de Angra dos Reis, de 2013. A peça inspirou o curta “Hotel Jasmim”, aclamado com o Prêmio Heleny Guariba de Dramaturgia Feminina, em 2013.

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

O Projeto TECER existe há mais de 20 anos e desde 2011 tem como proposta fundamentar um planejamento para o desenvolvimento do Teatro no Certus, alinhado a um trabalho pedagógico, com exercícios teatrais como ferramentas que contribuam no desenvolvimento do aluno. Assim, trabalhando a leitura e interpretação de texto, pretende-se ampliar a expressão das ideias, compreensão e respeito para as diferenças. Durante o processo, o aluno identifica as próprias deficiências e dificuldades, desenvolvendo um olhar mais abrangente do outro.

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

Em 2017 mais dois espetáculos serão encenados no colégio: O Pequeno Príncipe, nos dias 27, 28 e 29 de novembro no auditório Santos Dumont, em uma montagem intimista que valoriza a profundidade a obra do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943 nos Estados Unidos.

Em dezembro, nos dias 04, 05 e 06 é encenado Peter Pan, de James Matthew Barrie, texto originalmente apresentado como peça em 1904 e depois editado em livro durante 1911. Na montagem, o Tecer traz a proposta de espaço cênico o Teatro de corredor.

Marque na agenda e acompanhe os próximos eventos do Certus.

Tecer grupo de Teatro do Certus, abre temporada de apresentações com Cordel do amor sem fim, de Cláudia Barral

Veja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #Tecer #Teatro #Teatronocertus #extracurricular #cordeldoamorsemfim #claudiabarral #Fundamental #médio #EuVivoCertus #Grandesvoosnãoselimitam #Brincadeiramusical #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a fazer - pilar da unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Coordenação motora e cognitiva e habilidade específica são desenvolvidas nas aulas de educação física do fundamental no Certus com jogo de volêi

ESPORTE | RECONHECER A HABILIDADE MOTORA

By | 2017, Esporte | No Comments

Aula de educação física do Fundamental I explora habilidades corporais dos alunos em atividades divertidas

Muitas são as formas de exercitar o corpo. A professora Danielle R. Oliveira propõe jogos distintos com e sem o uso de bola para que a turma trabalhe a coordenação motora.

Dividindo os estudantes em dupla, dispostos frente à frente, tendo ao centro um pedaço de papel e sob comandos de mão na cabeça, joelho, para o alto e no papel a professora exercita coordenação, velocidade de reação com tomada de decisão, além do trabalho cognitivo e conhecimento corporal.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?
 
Coordenação motora e cognitiva e habilidade específica são desenvolvidas nas aulas de educação física do fundamental no Certus com jogo de volêi
As crianças adoram a prática e percebem que educação física não é só bola.
Ou uma proposta diferente. Uma bola gigante e turma dividida na quadra com uma rede de vôlei ao centro.
Equipes de salas diferentes disputam partida de vôlei sem as regras específicas da modalidade. Com torcida, grito de guerra e nome para os times os alunos aprendem qual é o espaço físico da quadra com foco no objetivo de não segurar ou deixar a bola cair.
 
Sem limite de toques – a não ser para o saque, a turminha desenvolve o trabalho em grupo, com respeito à regras e ao próximo. O aluno percebe que cada indivíduo tem uma habilidade motora específica com muita empolgação.
As atividades foram realizadas com as turmas dos 2ºs, 3ºs, 4ºs e 5ºs anos. 
Coordenação motora e cognitiva e habilidade específica são desenvolvidas nas aulas de educação física do fundamental no Certus com jogo de volêiVeja o álbum de fotos

COMPARTILHE:  

TAG: #Esportes #EducaçãoFísica #Fundamental #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Aprender a ser - pilar da Unesco vivenciado nas práticas pedagógicas do Certus

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More

Professores desenvolvem integração da sala aula com ambientes virtuais no fundamental do Certus

TAXONOMIA | INTEGRAÇÃO ENTRE SALA DE AULA E AMBIENTES VIRTUAIS

By | 2017, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Híbrido significa misturado, mesclado, blended. A educação sempre foi misturada, híbrida, sempre combinou vários espaços, tempos, atividades, metodologias e públicos.

Falar em educação híbrida significa partir do pressuposto de que não há uma única forma de aprender e, por conseqüência, não há uma única forma de ensinar.

O trabalho dentro da sala pode estar aliado ao uso das tecnologias digitais e propiciar momentos de aprendizagem e troca que ultrapassam as barreiras da sala de aula. Aprender com os pares torna-se ainda mais significativo quando há um objetivo comum a ser alcançado pelo grupo.

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Professores desenvolvem integração da sala aula com ambientes virtuais no fundamental do Certus

Foi pensando nisso que eu e os Professores Rogério Escribano e Juliana Celestino começamos a utilizar técnicas para integrar a tecnologia em sala de aula convidando os alunos a serem os pilares centrais do processo de aprendizado.

O Google Classroom (sala de aula virtual) está sendo utilizado pelos estudantes do sétimo ano nas aulas de Técnica de Redação para produzir um artigo científico no editor de texto que permita que os grupos colaborem, em um único documento, com um ambiente de processamento baseado em nuvem.

Professores desenvolvem integração da sala aula com ambientes virtuais no fundamental do Certus

A temática abordada no artigo trata sobre a Taxonomia do Reino Plantae, conteúdo que está sendo estudado na disciplina de ciências e de iniciação científica. Além da produção do artigo científico os alunos descreveram, identificaram e classificaram as 110 árvores do espaço de área verde do colégio.

Para a realização da atividade utilizamos o modelo do laboratório rotacional. Dividimos os alunos em dois grupos: um grupo desenvolveu atividades no laboratório de computação (sala digital do colégio) e o outro permaneceu ora no espaço de área verde do colégio, ora no laboratório científico, que frequentemente é a sala de aula dos alunos durante as aulas de iniciação científica. Ao final do período proposto, os grupos trocaram de lugar e, assim, usaram os diferentes métodos para complementar o entendimento sobre o tema da aula.

Professores desenvolvem integração da sala aula com ambientes virtuais no fundamental do CertusA prática também está possibilitando o trabalho com as seguintes estratégias de pesquisa:

1- Escolher os termos de pesquisa mais adequados;
2- Entender o resultado da busca;
3- Restringir a pesquisa para chegar a melhores resultados;
4- Avaliar a credibilidade da fonte de informação;
5- Orientar o aluno sobre como realizar pesquisas na internet e, principalmente, fazer uma filtragem do que ele pode aproveitar entre tudo o que é oferecido a ele.

É importante que o aluno tenha uma postura crítica em relação a tudo o que lhe é ofertado a partir de uma busca na internet. Principalmente, o aluno deve saber direcionar e filtrar as informações que são importantes e confiáveis.

Nota do editor: texto escrito pela professora de Literatura e Coordenadora do Balaio de Leitura Patrícia Salgado, publicado originalmente no blog unoieducação com o título Integração entre sala de aula e ambientes virtuais no colégio Certus

Veja o álbum de fotos

Saiba mais sobre Taxonomia:

COMPARTILHE:  

TAG: #taxonomia #googleclassroom #técnicaderedação #ambientesvirtuais #Fundamental #aprenderaconviver #aprenderafazer #aprenderaconhecer #nóssomosunesco #Nóssomosasas #Euvivocertus #Nóssomosassim #ColégioemInterlagos #EscolaemInterlagos #EscolanaCidadeDutra #ColégionaCidadeDutra

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Read More