Category

Fundamental

Estudo do Meio | Crianças se Encantam com a Vida na Roça

By | 2018, Estudo do meio, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Visita ao Parque Fazenda Bicho Mania, encanta as crianças do 1º e 2º ano, do Ensino Fundamental I.

A visita ao Parque Fazenda Bicho Mania foi recheada de descobertas e experiências com a natureza. Além deste contato com o verde, os alunos tiveram oportunidade de conhecer como é a vida na roça e participar dessa rotina, assim, eles tiraram leite da vaca, visitaram o berçário dos bezerrinhos, passearam de charrete e fizeram pão caseiro no forno à lenha.

Entre as aventuras do passeio, os estudantes também brincaram de arvorismo, trilha, labirinto e tirolesa. 

COMPARTILHE:  

Veja o álbum de fotos:

 

Conheça o Certus

Venha nos visitar

Siga-nos no Instagram

Últimas

Aprenda como ensinar seus filhos sobre o consumo consciente

| Destaque | No Comments

Não é raro que crianças peçam vários produtos quando saem com os pais. Elas têm uma noção muito forte do aqui e do agora e, por isso, não se preocupam…

Parlamento Jovem | Temos uma Representante na Câmara dos Vereadores

| 2018, Primeira Linha, Projetos | No Comments

A estudante Victoria Robélia Muñoz Maranhão do 8º ano A1, foi diplomada Vereadora no Parlamento Jovem 2018, da Câmara Municipal de São Paulo. COMPARTILHE:   O projeto de lei apresentado pela estudante…

O que levar em consideração para escolher a escola para os filhos?

| Destaque | No Comments

O que é indispensável em um bom colégio? Quais critérios levar em consideração? A opinião da criança deve sobressair-se à dos pais? É natural surgirem dúvidas no momento de escolher escola para os filhos….

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem em seu filho

| Destaque | No Comments

A dificuldade de aprendizagem é mais comum que muitas pessoas imaginam. Embora aconteça com graus bem distintos, essa realidade não está distante das nossas escolas e, por consequência, dos nossos…

Estudantes conhecem o Mangue e Forte de São João em Bertioga

By | 2018, Estudo do meio, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Bertioga, no litoral Paulista, foi o destino dos estudantes do Ensino Fundamental II. Neste estudo do meio, eles aprenderam sobre espécies de plantas nativas da Mata Atlântica, visitaram o mangue, e o Forte de São João Bertioga.

O projeto teve como objetivo levar o grupo a conhecer um ecossistema importante, bem como observar os fatores que comprometem seu equilíbrio, como o desmatamento, a poluição, a caça/pesca predatória e a ocupação humana que, por sua localização de fácil acesso, tornam essa área alvo de ações que a colocam em risco.

Durante a passagem pelo mangue os adolescentes puderam pegar caranguejos e aprender sobre a importância ecológica deste animal.

Os estudantes visitaram ainda, o Forte São João, construído em 1532 por Martim Afonso de Souza. Seu primeiro nome era Forte São Thiago e foi construído em paliçada de madeira. Sofreu um ataque indígena e voltou a ser erguido em alvenaria, em 1547. A mudança do nome ocorreu em 1765, em homenagem ao santo. O lugar é considerado um patrimônio histórico de Bertioga.

Na visita ao Forte, os alunos conheceram o museu e tiveram uma aula especial com o monitor do local, aprendendo sobre os objetos históricos.

COMPARTILHE:  

 

Veja o álbum de fotos:

Conheça o Certus

Venha nos visitar

Siga-nos no Instagram

Últimas

Aprenda como ensinar seus filhos sobre o consumo consciente

| Destaque | No Comments

Não é raro que crianças peçam vários produtos quando saem com os pais. Elas têm uma noção muito forte do aqui e do agora e, por isso, não se preocupam…

Parlamento Jovem | Temos uma Representante na Câmara dos Vereadores

| 2018, Primeira Linha, Projetos | No Comments

A estudante Victoria Robélia Muñoz Maranhão do 8º ano A1, foi diplomada Vereadora no Parlamento Jovem 2018, da Câmara Municipal de São Paulo. COMPARTILHE:   O projeto de lei apresentado pela estudante…

O que levar em consideração para escolher a escola para os filhos?

| Destaque | No Comments

O que é indispensável em um bom colégio? Quais critérios levar em consideração? A opinião da criança deve sobressair-se à dos pais? É natural surgirem dúvidas no momento de escolher escola para os filhos….

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem em seu filho

| Destaque | No Comments

A dificuldade de aprendizagem é mais comum que muitas pessoas imaginam. Embora aconteça com graus bem distintos, essa realidade não está distante das nossas escolas e, por consequência, dos nossos…

Para Evitar uma Nova Crise Hídrica Cada Gota Conta

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

A crise hídrica que abateu o estado de São Paulo de 2014 a 2016 ainda é um trauma na vida do cidadão paulista que amargou dias de torneiras secas. Passados dois anos, o fantasma daquele período volta a rondar com a divulgação dos dados atuais do Sistema Cantareira e Guarapiranga. Os reservatórios estão operando em níveis abaixo dos registrados naquele período. E pior, os outros cinco reservatórios da Sabesp também estão em patamar abaixo do registrado naquele ano.

COMPARTILHE:  

Pensado nisso, foi realizada com alunos dos 4ºB I e BII uma atividade sobre uso consciente da água.

 COMPARTILHE:  

A atividade consistia em fazer com que os estudantes refletissem sobre a atual crise hídrica e também buscassem soluções para conscientizar a comunidade escolar sobre o tema: Uso racional da água.

“Após assistirmos  vídeos sobre o tema na aula e analisarmos dados e gráficos sobre a questão hídrica no mundo, foi feita uma roda de conversa onde discutimos sobre formas de evitar o desperdício, bem como,  possíveis soluções para questões relacionadas a poluição dos rios e mananciais da nossa cidade”, descreve Luciano Marinho, professor.

 

Após a roda de conversa os estudantes foram conhecer o sistema de captação de águas pluviais (água da chuva) do colégio. O funcionário da manutenção Everton  Américo explicou como funciona e falou um pouco sobre a economia de água que ele proporciona, não só para o colégio, mas também sobre a responsabilidade social e ambiental que esta medida representa.

Os alunos ficaram encantados com o que viram, e perceberam como ações simples são capazes de economizar um grande volume de água.

O passo seguinte foi multiplicar o que aprenderam e conscientizarem toda a comunidade escolar sobre a economia de água e atitudes que possam ajudar a evitar uma nova crise hídrica. Assim, os estudantes confeccionaram cartazes em formato de “gota d’água”. Este material foi colado em diversos pontos de saída de água do colégio: torneiras, banheiros, vasos sanitários, bebedouros, cozinhas…

 

Os cartazes trazem mensagens de conscientização sobre o uso da água.

Para finalizar a atividade os alunos fizeram uma atividade avaliativa sobre todo o conteúdo trabalhado.

* A água, substância essencial à vida, destaca-se como tema presente em muitos momentos do ensino fundamental e está previsto nos Parâmetros Curriculares Nacionais para educação básica no Brasil.

COMPARTILHE:  

Conheça o Certus

Venha nos visitar

Siga-nos no Instagram

Últimas

Aprenda como ensinar seus filhos sobre o consumo consciente

| Destaque | No Comments

Não é raro que crianças peçam vários produtos quando saem com os pais. Elas têm uma noção muito forte do aqui e do agora e, por isso, não se preocupam…

Parlamento Jovem | Temos uma Representante na Câmara dos Vereadores

| 2018, Primeira Linha, Projetos | No Comments

A estudante Victoria Robélia Muñoz Maranhão do 8º ano A1, foi diplomada Vereadora no Parlamento Jovem 2018, da Câmara Municipal de São Paulo. COMPARTILHE:   O projeto de lei apresentado pela estudante…

O que levar em consideração para escolher a escola para os filhos?

| Destaque | No Comments

O que é indispensável em um bom colégio? Quais critérios levar em consideração? A opinião da criança deve sobressair-se à dos pais? É natural surgirem dúvidas no momento de escolher escola para os filhos….

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem em seu filho

| Destaque | No Comments

A dificuldade de aprendizagem é mais comum que muitas pessoas imaginam. Embora aconteça com graus bem distintos, essa realidade não está distante das nossas escolas e, por consequência, dos nossos…

 

Crianças Desaparecias é Tema das Aulas de Língua Portuguesa

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Dramas e situações reais ajudam a contextualizar o ensino de sala de aula. Desta forma, trazer temas relevantes para o ambiente escolar facilita o aprendizado.

Para trabalhar em Gramática as Orações Subordinadas Adjetivas os estudantes do 9º ano produziram cartazes e mensagens de alerta que chamam atenção para um tema bastante importante: Crianças Desaparecidas.

Conheça o Certus

Não há dados exatos sobre o número de desaparecidos no Brasil. Isso acontece porque não existe um cadastro nacional, assim como não há comunicação entre as secretarias de segurança pública de cada estado. E os dados não são padronizados nem atualizados. Desaparecidos e familiares contam apenas com uma lei que prevê que toda delegacia deve registrar a ocorrência e iniciar a busca imediatamente.

Segundo a Revista Superinteressante a última estatística é de 1999, quando o Ministério da Justiça e o Movimento Nacional de Direitos Humanos se juntaram para fazer um levantamento. Nessa época, o número era de 200 mil pessoas desaparecidas por ano. Dessas, 40 mil eram crianças e adolescentes – uma média de 115,9 por dia! Entre os motivos, estão os sequestros, a fuga por causa de crimes cometidos pelas próprias crianças e adolescentes e a falta de acolhimento das famílias.

Os números são alarmantes e apesar de desatualizados, mostram uma realidade de milhares de famílias que buscam por notícias de seus filhos e parentes. Uma agonia que para muitos não teve e não terá solução.

Pensando nisso, a professora Ingrid Cristina de Língua Portuguesa, resolveu trabalhar o tema com as turmas do 9º ano.

“Assistimos ao filme ‘Um Olhar do Paraíso’, que trata do drama de uma família que perde a filha, assassinada por um vizinho. Depois disso, refletimos sobre esta mensagem e fizemos a leitura de textos informativos que tratam do drama das famílias com crianças desaparecidas”, conta a professora.

Conheça o Certus

A partir daí, a proposta de trabalho foi produzir um texto publicitário usando as informações lidas e também o conteúdo de Gramática estudado, a Oração Subordinada Adjetiva

“Propus que os estudantes escrevessem o texto de acordo com o que aprenderam em sala. Além disso, os deixei livres para usarem a imaginação e recomendei que evitassem imagens da internet. Entretanto, como nem todos tinham talento para o desenho, fui flexível em relação a isso e assim puderam usar a criatividade”, lembra.

Valorizar talentos individuais estimula o estudante e o encoraja a produzir o seu melhor!

Em comemoração ao mês da criança os cartazes foram expostos por todo o colégio.

Veja as fotos

Conheça o Certus

Venha nos visitar

Siga-nos no Instagram

Dia das crianças é comemorado com muitas brincadeiras

By | 2018, Educação Infantil, Ensino Médio, Eventos, Fundamental | No Comments

COMPARTILHE:  

As atividades da semana da criança espantaram a rotina e trouxeram muita alegria e descontração para todos.

Segunda-feira – Brincadeira de Gente Grande e Customização

Os pequenos da Educação Infantil customizaram camisetas e bandanas, depois de tudo pronto visitaram os departamentos administrativos do colégio para conhecerem brincadeiras da infância dos colaboradores, as professoras apelidaram essa atividade de Brincadeira de Gente Grande.

“Achei legal a interatividade. Trabalhamos na escola, mas a correria é grande e quem não está no pedagógico ou diretamente com as crianças acaba não tendo este contato. A presença deles divertiu o nosso dia”.

Lais Pereira Marinho, Auxiliar Administrativo

Veja as fotos

COMPARTILHE:  

Terça-feira – Caixa, Caixinha, Caixão

Brincadeiras com caixa de papelão são sinônimo de autonomia e criatividade. Os pequenos dos Grupos 1, 2 e 3 amaram e puderam soltar a imaginação. O dia terminou com a confecção de um boneco de bexiga.

“Eu queria que o boneco de bexiga ficasse bem grande, mas a Pro falou que podia estourar”.

Bruno Ribeiro Soares, Grupo 5

Veja as fotos

Clique na imagem para ampliar

COMPARTILHE:  

Quarta-feira – Dia do Amigo e Oficinas

Que criança nunca sonhou em trazer um amiguinho da rua ou do prédio para brincar na escola? No Certus isso pode se tornar realidade. O dia do amigo é realizado anualmente da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I.
Para receber os visitantes este ano, a equipe pedagógica preparou uma série de oficinas, jogos e atividades interativas de socialização.

Além disso, as turmas do 4º ano se divertiram com um Quiz que envolveu perguntas de português, matemática, ciências, geografia e inglês.

A atividade no estilo Passa ou Repassa rendeu muitas risadas e tortas na cara.

Veja as fotos

Clique na imagem para ampliar

COMPARTILHE:  

Quinta-feira – Brinquedos Infláveis e Oficina de Super-Heróis

A grande surpresa ficou para o último dia. Uma estrutura de brinquedos infláveis foi locada para as atividades realizadas na quadra do colégio. Neste evento todos os estudantes tiveram um momento exclusivo de lazer e interação mútua.

“O que eu mais gostei foi de pular e jogar bola no pula-pula”.

Ryan Monteiro de Sousa Dias, 1º ano A2

Para encerrar a semana de comemorações foi oferecido um saboroso sorvete.

“A iniciativa de distribuir picolés em comemoração ao dia das crianças foi bem criativa. Com tantas atribuições e responsabilidades que já temos, esse momento nos fez lembrar da nossa infância e trouxe o espírito de criança novamente”.

Ester Viana, 1º Médio A1

Veja as fotos

Clique na imagem para ampliar

COMPARTILHE:  

Conheça o Certus

Venha nos visitar

Siga-nos no Instagram

Últimas

Aprenda como ensinar seus filhos sobre o consumo consciente

| Destaque | No Comments

Não é raro que crianças peçam vários produtos quando saem com os pais. Elas têm uma noção muito forte do aqui e do agora e, por isso, não se preocupam…

Parlamento Jovem | Temos uma Representante na Câmara dos Vereadores

| 2018, Primeira Linha, Projetos | No Comments

A estudante Victoria Robélia Muñoz Maranhão do 8º ano A1, foi diplomada Vereadora no Parlamento Jovem 2018, da Câmara Municipal de São Paulo. COMPARTILHE:   O projeto de lei apresentado pela estudante…

O que levar em consideração para escolher a escola para os filhos?

| Destaque | No Comments

O que é indispensável em um bom colégio? Quais critérios levar em consideração? A opinião da criança deve sobressair-se à dos pais? É natural surgirem dúvidas no momento de escolher escola para os filhos….

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem em seu filho

| Destaque | No Comments

A dificuldade de aprendizagem é mais comum que muitas pessoas imaginam. Embora aconteça com graus bem distintos, essa realidade não está distante das nossas escolas e, por consequência, dos nossos…

TAG: #Eventos #diadascrianças #euvivocertus #nossomosasas #educaçãoinfantil #ensinofundamental #ensinomédio

 

Estudantes Encenam Vidas Secas de Graciliano Ramos

By | 2018, Balaio de Leitura, Ensino Médio, Fundamental | No Comments

Obra inspira encenação do Grupo TECER, produzida em conjunto com o Balaio de Leitura Itinerante, para alunos do 9° ano.

Publicado em 1938, Vidas Secas de Graciliano Ramos é um clássico da literatura brasileira. O livro – escrito na terceira pessoa – aborda a pobreza e as dificuldades do retirante nordestino em suas tentativas de fugir da seca do sertão.

O paradidático é uma leitura proposta para as turmas do 9° ano.  

Para escrever Vidas Secas, Graciliano Ramos utilizou o repertório pessoal e as lembranças de sua infância. A narrativa envolvente e moderna transformou o pai de família Fabiano e a cadela Baleia em personagens inesquecíveis.

Muitos críticos atribuem o sucesso de Vidas Secas, à atemporalidade da desigualdade social relatada. Seca, fome, opressão e abusos da classe dominante, são alguns exemplos citados nesta narrativa.  

O protagonista foi desumanizado pela seca, desprovido de estudo e raciocínio reflexivo. Desta forma, sentia-se bem apenas diante dos animais e, mais do que isso, confundia-se com eles. Assim Graciliano Ramos incomoda o leitor a buscar criticidade.

“Fabiano personifica a imagem de muitos indivíduos nos grandes centros urbanos. Sua pobreza vocabular, a grande dificuldade em raciocinar, a incapacidade de compreender as forças que o dominam e determinam sua existência são características de muitos brasileiros anônimos. Fabiano era desprovido de “linguagem”, por isso não conseguia pensar com autonomia, não conseguia perceber as forças que o subjugavam, que o condenavam a uma vida de miséria. Em uma passagem, ele percebe que o patrão lhe enganara em seu salário. Sente-se injustiçado e impotente, pois não sabe fazer contas. Nesse sentido relaciona a linguagem a poderes mágicos, que só os homens “sabidos” podem ter. A pobreza vocabular de Fabiano impedia-o de compreender sua exploração.

Linguagem é essencial na vida dos seres humanos. O homem sem linguagem torna-se um primitivo, torna-se um animal. Fabiano era um animal.  Ser desprovido dos benefícios da linguagem é parte da miséria humana e ajuda a perpetuá-la. A miséria nasce da ignorância”.

Michel Aires de Souza

Ficha Técnica:

Elenco: Thiago Amorim, Giovanna Beiro, Giulia Dahouk, Juliana Dahouk, Gustavo Viana.
Adaptação e Direção: Gustavo Viana

Veja mais fotos

TAG: #Tecer #BalaiodeLeitura #Fundamental #Médio #Eventos

COMPARTILHE:  

Últimas

Aprenda como ensinar seus filhos sobre o consumo consciente

| Destaque | No Comments

Não é raro que crianças peçam vários produtos quando saem com os pais. Elas têm uma noção muito forte do aqui e do agora e, por isso, não se preocupam…

Parlamento Jovem | Temos uma Representante na Câmara dos Vereadores

| 2018, Primeira Linha, Projetos | No Comments

A estudante Victoria Robélia Muñoz Maranhão do 8º ano A1, foi diplomada Vereadora no Parlamento Jovem 2018, da Câmara Municipal de São Paulo. COMPARTILHE:   O projeto de lei apresentado pela estudante…

O que levar em consideração para escolher a escola para os filhos?

| Destaque | No Comments

O que é indispensável em um bom colégio? Quais critérios levar em consideração? A opinião da criança deve sobressair-se à dos pais? É natural surgirem dúvidas no momento de escolher escola para os filhos….

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem em seu filho

| Destaque | No Comments

A dificuldade de aprendizagem é mais comum que muitas pessoas imaginam. Embora aconteça com graus bem distintos, essa realidade não está distante das nossas escolas e, por consequência, dos nossos…

 

CIDADANIA | PARLAMENTO JOVEM 2018

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, que visa dar chance aos alunos da rede pública e privada de vivenciarem um dia no legislativo exercendo o cargo de Vereador Jovem.

Para isso acontecer, os estudantes devem preparar um projeto de lei com base nos Partidos temáticos: Natureza, Segurança Urbana, Saúde, Educação, Assistência Social entre outros. Os 55 melhores e mais originais têm os seus autores premiados e titulados como Vereador Jovem Paulistano. Esses estudantes desempenham a função por um dia, com direito a: sessão plenária, diplomação e defesa de seu projeto de lei na tribuna da Câmara Municipal. Além disso, o Vereador Jovem poderá também votar nas propostas de outros estudantes, em um exercício de democracia e cidadania.

O professor Luciano Marinho é padrinho do Parlamento Jovem no Certus. Aqui, estudantes do 8º e 9º ano podem participar apresentando ideias inovadoras. Em 2018 tivemos 15 inscritos, a seletiva para saber qual projeto representaria o colégio na Câmara Municipal foi realizada na primeira quinzena de agosto. 

“Tivemos argumentos incríveis os estudantes surpreenderam”.

Luciano Marinho, professor.

 

 

Os candidatos fizeram a leitura e defesa de suas propostas e uma banca examinadora composta por diretores, coordenadores e funcionários do Certus, elegeram o projeto da estudante Victoria Robelia do 8º ano A1. Sua sugestão para o partido da Saúde estabelece gratuidade em eventos e atrações culturais/artísticas a todos os doadores de sangue da cidade. Segundo a estudante, a ideia visa estimular as doações no Município de São Paulo.

 

VEJA O ÁLBUM DE FOTOS

Agora é torcer para que Victoria consiga uma das cadeiras no Parlamento Jovem 2018. Vale lembrar que em 2017 nosso estudante Thalles de Assis conquistou uma das vagas.

“Todos os projetos foram muito ricos! Os estudantes se dedicaram nessa produção. Nossa vontade era levar todos eles, mas tivemos que escolher apenas um. Seria muito legal se os nossos governantes nos representassem assim na câmara”

Wilma Soares, Coordenadora do Ensino Fundamental I  

Conheça os 15 projetos de lei apresentados:

ALICE SOPHIA CATIONI 8º ANO A2

ANA CAROLINA SILVA TAKEKOSHI 8º ANO A2

ANNA ELIZA MEDEIROS 9º ANO A1 E MILENA ZAGO 8º ANO A2

ELISA AMARAL 9º ANO A1

GIOVANNA ROCHA DOS SANTOS 9º ANO A1

GUILHERME FREITAS SUPERBI 9º ANO A2

GUSTAVO SANTOS HENRIQUES 9º ANO A1

JORGE HENRIQUE DUTRA SANTANA 8º ANO A1

MARIANA PINHEIRO DE SOUZA 9º ANO A2

MAYARA FRAUZINO DOS SANTOS 9º ANO A1

MICHELLY FREITAS CASTRO 8ºANO A2

PEDRO HENRIQUE CALDEIRA CARDOSO VILAR 8º ANO A1

PIETRA PRECIOSO FIGUEIREDO ALVES 9º ANO A2

THALLES VICTOR DE ASSIS ROCHA 9º ANO A1

VICTORIA ROBÉLIA MUÑOZ MARANHÃO 8º ANO A1

 

Veja também:

 

CIDADANIA | PARLAMENTO JOVEM PAULISTANO

Thalles de Assis, aluno do 8º Ano do Fundamental do colégio Certus é eleito vereador jovem e vai a câmara municipal de São Paulo para votação do projeto de lei no Parlamento Jovem Paulistano

Thalles de Assis, do Fundamental do Certus é eleito vereador jovem por um dia na câmara municipal de São Paulo.

 
 

NO LABORATÓRIO | AS BACTÉRIAS

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Pode não parecer, mas as bactérias estão em todos os lugares. No entanto, o contato com microrganismos pode ocorrer de forma positiva e indispensável à vida, ou bastante negativa, neste caso, tendo efeito prejudicial à saúde.

O estudo das bactérias é um dos conteúdos do 7º ano e a melhor forma de aprender sobre elas é no laboratório bioquímico. Dessa forma os estudantes conheceram todas as informações que envolvia o tema e foram motivados a desenvolverem uma técnica conhecida como “cultura bacteriana”. Sob orientação do professor Rogério Escribano de Ciências, cada dupla preparou seu próprio meio de cultura e assim, divididos em duplas, saíram pelo colégio para coletar amostras nas mesas, maçanetas, pátio, playground, banheiros, armários, celulares, teclados, mouses. Enfim, qualquer lugar!

COMPARTILHE:  

  

  

COMPARTILHE:  

“Muito divertido coletar as bactérias pelo colégio. E a melhor parte de tudo isso, foi poder compartilhar o que eu aprendi com outras pessoas”.

Pedro Henrique Alves de Souza

    

Após a contaminação na Placa de Petri, as amostras ficaram armazenadas por uma semana, aguardando a próxima aula, quando seria feita a análise microscópica do material. Por meio desta prática, os estudantes puderam identificar as bactérias e promover alguns experimentos a fim de isolá-las. Para isso, utilizaram produtos de limpeza, entre eles: álcool, água sanitária e o cloro. Com isso foi possível estudar sobre as características específicas de cada microrganismo e observar quais eram os materiais corretos para eliminá-los.

   

  

COMPARTILHE:  

“Visualizar as bactérias no microscópio foi demais! Além disso, perceber como é difícil eliminá-las me chamou a atenção”.

Maria Eduarda Gonçalves, 7º ano B1

  

Veja o álbum de fotos

“Após a realização desta atividade os estudantes concluíram que objetos normais, de uso recorrente possuem variados tipos de bactérias, que em condições propícias podem desenvolver e até provocar doenças. Observaram ainda, que é possível visualizar a olho nu as bactérias em colônia, após algum tempo de encubação”, conclui Rogério Escribano, professor de Ciências.

  

Munidos de toda essa informação os estudantes ofereceram uma palestra para a equipe responsável pela limpeza e manutenção do colégio. Na apresentação explicaram tudo o que tinham aprendido sobre as bactérias e ensinaram aos colaboradores a melhor forma de efetuar a limpeza dos ambientes e eliminá-las.

“Fiquei surpresa quando mostraram a quantidade de bactérias que haviam encontrado em uma simples maçaneta. Não imaginava que isso fosse possível. Também gostei da maneira como explicaram pois ficou muito claro. É impressionante como as crianças podem saber de tantas coisas importantes!”

Marcilene Messias, auxiliar de limpeza.

 

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

Veja também:

Estudantes do 9º ano A2, produzem pilha e ligam uma calculadora usando apenas: uma batata, moedas de cobre e clipes de zinco. 

https://www.instagram.com/p/BlxlhXoHAg3/?taken-by=colegiocertus

 

 

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

 

 

 

 

 

Espanhol com Música | Por dentro do idioma

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

O espanhol que vem, pouco a pouco, ganhando espaço nas escolas e nas relações de trabalho e comunicação entre os povos. O idioma tem, normalmente, uma boa identificação com os estudantes brasileiros pois, apesar de suas especificidades, a sonoridade e alguns aspectos que o constituem assemelham-no à língua portuguesa. No entanto, o estudo da língua estrangeira precisa cativar o aluno. Uma forma significativa de fazer isso, é aproximando o novo conteúdo de textos que circulam socialmente dentro do repertório dos adolescentes.

“A música possibilita que o aluno se reconheça e seja sujeito de sua própria aprendizagem pois estabelece afinidade com o conhecido, neste caso: as melodias que ele já teve contato anteriormente. Utilizar este conhecimento para direcionar atividades que podem ser realizadas é uma forma de disseminar o saber”.

Patrícia Salgado, professora de Inglês.

Espanhol com Música

A língua espanhola vem ganhando espaço nas relações de trabalho e comunicação entre os povos. O idioma tem uma boa identificação com os estudantes pois, apesar de suas especificidades, a sonoridade e alguns aspectos que o constituem assemelham-no à língua portuguesa. No entanto, o estudo da língua precisa cativar o aluno e uma forma significativa de fazer isso é aproximando o conteúdo teórico de textos que circulam socialmente dentro do repertório dos adolescentes.Entendendo este contexto, a professora Patrícia Salgado de espanhol propôs aulas práticas que utilizam a música de forma dinâmica. “O uso desta ferramenta facilita a apropriação do vocabulário, a prática auditiva, oral e a pronúncia, afim de uma compreensão mais abrangente e de uma análise crítica do contexto e da produção das informações que a canção apresenta. O entendimento dos aspectos linguísticos e dos elementos gramaticais contribuem para que a letra ganhe sentido e significado”, explica a educadora.#euvivocertus #nossomosasas #espanhol #espanholcommusica #Corazón #Túmepartisteelcorazón

Publicado por Certus Colégio em Quarta-feira, 1 de agosto de 2018

COMPARTILHE:  

Entendendo este contexto, a professora Patrícia Salgado de espanhol propôs neste trimestre a atividade avaliativa auditiva de espanhol por meio do gênero textual musical.

A musicalidade é intrínseca ao ser humano. Nosso corpo, por exemplo, tem vários sons e ritmos que o mantêm vivo e em constante movimento: as batidas do coração, nossa respiração e o trabalho orquestrado dos órgãos são algumas funções que fazem a máquina humana ter pulsação e vida.

“A música como elemento educativo no trabalho com gêneros textuais permite-nos muitas possibilidades de atividades que oportunizam ao estudante um contato dinâmico e prazeroso com a nova língua. O uso desta ferramenta facilita a apropriação do vocabulário, a prática auditiva, oral e a pronúncia, afim de uma compreensão mais abrangente e de uma análise crítica do contexto e da produção das informações que a canção apresenta. O entendimento dos aspectos linguísticos e dos elementos gramaticais contribuem para que a letra da canção ganhe sentido e significado”,

explica a educadora.

Tudo que parece comum ao cotidiano pode contribuir para ampliar o conhecimento e facilitar o aprendizado em relação aos conteúdos e conceitos que devem ser elaborados, possibilitando que a prática aconteça de forma natural. Utilizar este método no ensino de uma língua estrangeira é, extremamente, importante para que esta assimilação se efetive.

COMPARTILHE:  

 

VEJA TAMBÉM

COMO O TEATRO PODE SER UMA RICA FERRAMENTA PARA O APRENDIZADO 

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?

 

Horta | Cuidados com o Solo

By | 2018, Fundamental, Primeira Linha | No Comments

Educar as crianças não é apenas ensinar a ler e a escrever. É preciso dar a elas condições para que saibam pensar por si mesmas, distinguir o certo do errado e fazer opções conscientes, pois no futuro precisaremos de pessoas instruídas e capazes de ter discernimento para, por exemplo, saber que as plantas precisam de nutrientes e que, sem eles, a quantidade disponível de alimentos no mundo não será suficiente para garantir saúde e vida para toda a população.

Desta forma, os cuidados com a horta, desde o tratamento do solo à colheita, fazem parte do trabalho pedagógico desenvolvido no Certus. Assim como a construção precisa de uma fundação segura e de um alicerce bem firme, o bom tratamento da terra é a base para garantirmos que a horta produza alimentos orgânicos de qualidade. É através do solo fértil que as plantas adquirem os nutrientes necessários para crescerem.

Nossa horta precisava receber esta recauchutada de vitaminas. E como aqui tudo é experiência, os estudantes do 3º e 4º anos foram responsáveis por esta renovação.

COMPARTILHE:  

  

  

COMPARTILHE:  

Seguindo as instruções do professor Robson Zago, de ciências e biologia, as crianças depositaram o Húmus e acompanharam todo este processo.

O húmus minhoca, que foi utilizado, é um tipo de fertilizante natural, afinal queremos garantir que os alimentos produzidos em nosso espaço não contenham produtos sintéticos ou agrotóxicos.

         

“Não tive medo nem nojo das minhocas porque eu já tinha visto algumas na caso do meu avô”

Manuella, 3º ano B2

As crianças manusearam a terra e aprenderam sobre a importância das minhocas neste processo.

   

  

COMPARTILHE:  

“Eles literalmente colocaram a mão na massa! Misturaram a terra com o fertilizante para que o solo ficasse rico em nutrientes. Neste momento eles encontraram várias minhocas; falamos sobre sua importância, por exemplo, na produção do húmus e nos túneis que elas cavam, que permitem a entrada de água”.

Robson Zago, professor

  

Veja o álbum de fotos

Curiosidade

As minhocas se alimentam de pequenas pedras contendo nutrientes e, após consumirem, criam uma espécie de “pasta” que melhora a qualidade da espessura do solo.

Além disso, elas levam ar à superfície e acabam arejando o solo, quando passam pelos túneis subterrâneos criados por elas.

Assista para saber mais!

COMPARTILHE:  

 

Venha conhecer o Certus! 

Vamos conversar?Vamos conversar?